Uma homenagem

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

1 Response to Uma homenagem

  1. Carlos diz:

    Isso é que aí vai uma obsessão do camandro. Creio que o Freud era capaz de explicar isso.

Os comentários estão fechados.