Derrotar Israel a toda a linha! Por uma rendição sem condições! Por uma Palestina laica e livre! [actualizado]

[Soldados das Forças Armadas da Palestina]

Não há diálogo possível com Israel. À guerra só se pode responder com mais guerra. É o Estado mais racista do planeta e perdeu todo e qualquer crédito como interlocutor de boa-fé. Só descansarão quando a Palestina for um território sem povo. É uma guerra quente, bárbara, fascista. Não basta já a solidariedade, os abaixo-assinados, os boicotes, os apelos mudos. Podemos juntar o mundo inteiro para pedir que Israel pare, mas os ouvidos do genocídio, a marcha dos bulldozers e os nazis de Tel Aviv, só compreendem a linguagem da guerra, do sangue, do estrondo. É com armas que se ganham guerras. É preciso fazê-las chegar à frente de combate. “Armas para a Palestina” como pedimos “Armas para Timor”! É preciso derrotar o exército israelita para uma rendição sem condições. Rua da humanidade! Fora! Zute! Xô! É urgente destruir o Estado sionista para que os que lá vivem, judeus e palestinianos, sobrevivam. Pela vitória da resistência islâmica e por uma Palestina Laica e Livre!

HOJE: TODOS À MANIF!

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.