O verdadeiro plano Marshall

Uma delegação de responsáveis das maiores empresas portuguesas vai a Wall Street tentar convencer os “mercados” da saúde estrutural da economia portuguesa. Esperemos que a missão lhes corra bem. Agora, uma palavrinha aos ditos cujos: excelentíssimos mercados no coração dos states, para ajudarem mais o nosso país, não podem ficar com eles?

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

5 respostas a O verdadeiro plano Marshall

  1. Pingback: Tweets that mention O verdadeiro plano Marshall: Uma delegação de responsáveis das maiores empresas portuguesas vai a Wall Street tent... -- Topsy.com

  2. LAM diz:

    Isso é que era. Começavam a cagar as opiniões por lá, aquilo até é maior, com mais espaço, mais canais de tv para expressarem os seus pontos de vista em sessões contínuas – a lenga-lenga é sempre a mesma não dava grande trabalho e para nós era um descanso. Sem falar no que poupava-mos logo à cabeça em ajudas de custo.

  3. antonio diz:

    Aposto que essa delegação de “tontinhos” não vai ficar no Chelsea ,et ça c’est bien, isso estragava o place.

    🙂 🙂

    Espero que o meu preto preferido esteja virado p’ra outras issues à brava e tenha mais o que faxer que aturar esses gajús, e se absolutamente necessário lhes ‘amande’ com um qualquer ‘janitor’ da ‘White House’, no caso de eles se lembrarem de querer “posar para uma qualquer pelingrafia“.

  4. Tiago Mota Saraiva diz:

    A embaixada da saloice.

  5. simples diz:

    A excursão dos parasitas nacionais,clientes da goldman&sachs.De volta à <Idade Média

Os comentários estão fechados.