A privatização é apenas o fim da linha


8º andar do Hospital de Santa Maria. O balcão de entrada sem funcionário. As lâmpadas fundidas não são substituídas. O relógio parou. As paredes e pavimentos sem manutenção há mais de uma década. As primeiras pessoas que se encontram são os hospitalizados, que é quem ajuda o visitante.
Progressivamente, o Estado apoia os hospitais privados demitindo-se das suas obrigações. A privatização vem a caminho.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

2 Responses to A privatização é apenas o fim da linha

Os comentários estão fechados.