As esquerdas que correm por fora

Os últimos anos da década que agora termina foram pródigos em provar que há vida na esquerda extra-parlamentar, aquela que costuma assumir a pretensão (preguiça e comodismo dirão alguns) de correr por fora. Mudar de Vida, Passa Palavra e mais recentemente a Revista Rubra e o Jornal do Gueto, vieram alargar um panorama apenas ocupado pela Política Operária. Somados ao indymedia e a um crescente número de bloggers desta área política estamos perante um muito bem-vindo surto de gente que procura esboçar algum pensamento na esquerda que não se constrói na Assembleia da República e procura resgatar a actualidade da revolução como projecto estratégico. Que as boas ideias não fiquem apenas no papel e que à imagem do que aconteceu nas manifestações alternativas dos professores, na luta contra a ocupação da Palestina ou no movimento contra a guerra, todo este pensamento alternativo seja capaz de transformar em acção o pensamento, não deixando que a esquerda do sistema domestique tudo à sua volta.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

4 Responses to As esquerdas que correm por fora

Os comentários estão fechados.