“… como pode um partido comunista (!) votar ao lado da direita conservadora, e neoliberal? A favor de uma medida neoliberal? COmo pode, reparem bem, um partido que acredita na luta da casses, votar contra a opinião de uma central sindical”

O Carlos Santos consegue sempre ver o que ninguém vê. Na proposta de Código contributivo do PS consegue ver um incentivo a contratos de trabalho sem termo e um combate ao trabalho precário, que o próprio governo afirma querer estimular com a recuperada flexibilidade e polivalência. Que o Carlos Santos sinta que sob a pedra da calçada socialista está sempre uma praia revolucionária e progressista é lá com ele, nem precisa de nos explicar, que nós também gostamos muito de poesia.
Respondendo directamente ao “Como pode”, levantando o braço.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

8 Responses to “… como pode um partido comunista (!) votar ao lado da direita conservadora, e neoliberal? A favor de uma medida neoliberal? COmo pode, reparem bem, um partido que acredita na luta da casses, votar contra a opinião de uma central sindical”

Os comentários estão fechados.