Mostrar serviço

imagem_1226668922
A doutora Cândida Almeida tem se desdobrado em comunicados e notícias cirúrgicas para tentar fazer passar a ideia que a investigação do Freeport não vai investigar José Sócrates. Que a investigação do Freeeport já terminou e que não apurou nada. As suas prioridades estão invertidas, em vez de tutelar e dar força à investigação judicial, a sua maior preocupação parece ser de servir de assessora mirim do primeiro-ministro. Para os anais, vão ficar a sua condução muito original do processo do diploma do primeiro-ministro e as várias declarações que produziu sobre o caso Freeport. Infelizmente, para ela, a verdade é o que é. Ninguém acredita que a investigação esteja terminada: há testemunhas novas para ouvir, por exemplo o ministro Silva Pereira, e não passa pela cabeça de ninguém, com mais de dois neurónios, que anteriores arguidos e testemunhas não sejam novamente ouvidos para aclarar contradições. Isto sem falar que se os documentos vindos do Reino Unido tiverem dados novos, poderá haver mais gente para ouvir. Mas uma coisa é certa: até às eleições há gente que vai tentar sufocar a investigação num mar de conveniências.

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

18 Responses to Mostrar serviço

  1. Pingback: Uma investigação exemplar… « O Insurgente

  2. Pingback: Belas e oportunas fugas de informação |

  3. Pingback: Presunção de inteligência at Aspirina B

Os comentários estão fechados.