Da pequena demagogia

O Daniel Oliveira entretém-se a estabelecer mais um paralelo entre a troca de bandeiras do 31 da Armada e o caso da Verde Eufémia. Criando para o efeito uma pequena fábula: «Um grupo de anarquistas trepou à varanda do Parlamento. Ali mesmo, sem que as forças de segurança dessem por nada, os jovens encapuçados furtaram a bandeira portuguesa e hastearam uma bandeira negra.» Que a bandeira “vítima” da partida tenha sido a municipal e não a portuguesa é convenientemente elidido pelo Daniel, para não perder efeito dramático. Por fim, note-se a arrogância com que recorda a indignação dos «monárquicos petizes» a propósito do exercício mediático-revolucionário levado a cabo pelo activista Gualter e companhia. Como se fossem casos sequer comparáveis: a troca de bandeiras com posterior devolução do pano roubado e o vandalismo – com ou sem as melhores das intenções.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

38 Responses to Da pequena demagogia

Os comentários estão fechados.