gente que vai longe

coyote

Nenhum dos bloggers do simplex, no dia que findou, a maioria certamente por lucidez, outros por vergonha ou desconforto – faço-lhes essa justiça – , comentou ou sequer mencionou a promessa socrática mais demagógica deste dia. Entretanto, alguém (e quem haveria de ser?! o valet do papelinho e do pacto trans-ideológico!) lá decidiu prestar-se ao triste serviço.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

4 Responses to gente que vai longe

Os comentários estão fechados.