Sou só eu a achar que isto é uma intromissão intolerável?

300px-Censorship_for_Dummies

“O tema Moniz terá mesmo chegado a ser objecto de conversas entre os chefes de governo de Portugal e de Espanha”.

“A Prisa tem uma dívida de cinco mil milhões à banca … conseguiu prorrogar os prazos de pagamento por um ano. (…) Já deu como garantia a editora de livros escolares Santillana e outra forma de capital seria vender a TVI. O problema é que o governo português não facilita qualquer solução que englobe Moniz”.

“Estas intromissões (governamentais) são conhecidas de altos quadros da empresa. ‘Não me admira se Sócrates e Zapatero tivessem falado sobre a TVI nos seus encontros, mas nada sei em concreto’ “.

In Expresso , 20 de Julho de 2009.

Declaração de interesses: sou jornalista da TVI.

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

16 Responses to Sou só eu a achar que isto é uma intromissão intolerável?

  1. António Narciso diz:

    Idependentemente de tudo o que tem sido péssimo na governação, gostaria que Sócrates não voltasse a ser governo só para ver se determinados assuntos que agora só são veladamente aflorados, passam a ser abertamente noticiados, como se de um mero cidadão se tratasse.

  2. SeaKo diz:

    Bem lá no finalzinho…..”mas nada sei em concreto”

    É este o jornalismo de alcoviteira? Ouvi dizer que…

  3. José Manuel Santos Ferreira diz:

    ” mas nada sei em concreto ”

    Então ???? Em que ficamos ??? Mais lama no lodaçal ???

    Não sabe cala-se
    Investigue

    Ou é mandatário das bocas ????

  4. Nuno Ramos de Almeida diz:

    Seako,
    É o jornalismo do Expresso, mas que não foi desmentido pelo governo.

  5. Jose Nunes diz:

    O jornalismo da TVI é mais afirmativo,mesmo quando não se tem a certeza.

  6. Nuno Ramos de Almeida diz:

    É interessante perceber que para algumas pessoas o problema não é a pressão de um governo para domesticar um órgão de comunicação social, mas o facto de a notícia existir. Há malta que adora ter chefes que lhes digam o que devem pensar.

  7. SeaKo diz:

    NRA: Mas pq é que o Governo deveria andar a desmentir boatos? Não tem mais nada para fazer? [provavelmente não 🙁 ].

    E para mim o problema não é a “noticia”, mas o facto de ela (pela transcrição que aqui nos deixou) não ser baseada em factos e até a citação (autor?) que é feita no ultimo paragrafo admitir isso [“Não me admira se … mas nada sei em concreto”].

  8. quid pro quo diz:

    O grupo Bilderberg comanda o capital e a Prisa tem dívidas, logo a facilidade duns bons patins no Moniz.
    Não esqueçam Bilderberg rules!

  9. Jose Nunes diz:

    Para algumas pessoas o problema é haver notícias dadas como verdadeiras mas que são baseadas em bocas.

  10. Nuno Ramos de Almeida diz:

    SeaKo,
    Volto a dizer-lhe, eu resumi a notícia do Expresso. A fonte da notícia não é, tal como eu a leio, o senhor da frase final. A notícia tem várias afirmações, todas graves. O facto de uma das suas fontes dizer que não sabe das reuniões em concreto, não nega a notícia.

  11. Nuno Ramos de Almeida diz:

    Meu caro José Nunes,
    O facto de você decretar que a notícia é baseada em bocas, não a torna a notícia falsa, nem baseada em bocas. Talvez, fosse melhor ler, a dita cuja, no Expresso e não pretender que ela é construída a partir de uma pessoa que diz que não sabe das reuniões.
    Eu acho que se a notícia fosse falsa, o governo devia desmenti-la, dado que eu acho bastante grave a afirmação que um chefe de governo faz chantagem económica para obrigar a mudar as prioridades noticiosas de uma estação de televisão e a sua direcção.
    É interessante que as centenas de comentadores que se indignaram que Chavez não renovasse a licença de emissão de um canal que apoiou um golpe de Estado, achem perfeitamente normal que Sócrates peça a Zapatero para pressionar a Prisa a despedir o director da TVI.

  12. Jose Nunes diz:

    Fico sem perceber em que se baseia a notícia.Se não é em bocas,então em que é?Quanto ao facto de o governo não ter ainda desmentido,isso o que é que prova?Esse facto torna uma notícia verdadeira?

  13. quid pro quo diz:

    «É interessante que as centenas de comentadores que se indignaram que Chavez não renovasse a licença de emissão de um canal que apoiou um golpe de Estado, achem perfeitamente normal que Sócrates peça a Zapatero para pressionar a Prisa a despedir o director da TVI.»

    NRAlmeida,
    O que prova que os cidadãos em geral já se sentem ovelhas num redil!
    A Nova Ordem Mundial veio de mansinho… resta saber se veio para ficar?!

  14. quid pro quo diz:

    PRESENÇA NAS REUNIÕES BILDERBERGER
    (Qualquer semelhança com a realidade é pura coincidência)

    2009, 14-16 Maio, Atenas, Grécia
    Francisco Pinto Balsemão, Manuela Ferreira Leite, Manuel Pinho

    2008, 5-8 Junho, Chantilly, Virginia, USA
    Francisco Pinto Balsemão, Rui Rio, António Costa

    2007, 30-5-0227, Istanbul, Turquia
    Pinto Balsemão, Durão Barroso

    2006, 8-11 Junho 2006, Ottawa, Canada
    Pinto Balsemão, José Pedro Aguiar Branco, Augusto Santos Silva

    2005, 5-8 Maio, Rottach-Egern, Munique, Alemanha
    Pinto Balsemão, António Guterres, Nuno Morais Sarmento

    2004, 3-6 Junho, Stresa, Itália
    Pinto Balsemão, Pedro Santana Lopes, José Sócrates

    2003, 15-18 Maio, Versalhes, França
    Pinto Balsemão,Durão Barroso,Ferro Rodrigues

    2002, 30-2 Junho, Chantilly, Virginia, USA
    Pinto Balsemão, António Borges, Elisa Ferreira

    2001, 24-27 Maio, Stennungsund, Suécia
    Pinto Balsemão, Guilherme Oliveira Martins, Vasco Graça Moura

    2000, 1-3 Junho, Bruxelas, Bélgica
    Pinto Balsemão, Teresa Patrício Gouveia

    1999, 3-6 Junho, Hotel Caesar Park Penha Longa, Sintra, Portugal
    Joaquim Freitas do Amaral, Pinto Balsemão,João Cardona Cravinho,Eduardo Marçal Grilo,Vasco de Mello,Francisco Murteira Nabo,Ricardo Espírito Santo,Jorge Sampaio,Nicolau Santos,Artur Santos Silva

    1998, 14-17 Maio, Turnberry Hotel, Ayrshire, Escócia
    Pinto Balsemão,Vasco Pereira Coutinho,Miguel Horta e Costa,Marcelo Rebelo de Sousa

    1997, 12-15 Junho, Atlanta, USA
    Pinto Balsemão,António Borges,José M. Galvão Teles,Ricardo Espírito Santo

    1996, 30-2 Junho, Toronto, Canada
    Pinto Balsemão
    Margarida Marante, António Vitorino

    1995, 8-11 Junho, Zurique, Suíça
    Pinto Balsemão,Luís Mira Amaral,Manuel Maria Carrilho

    1994, 2-5 Junho, Helsínquia, Finlândia
    Pinto Balsemão,Durão Barroso,Miguel Veiga

    1993, 22-25 Abril, Atenas, Grécia
    Pinto Balsemão,Nuno Brederode Santos,Fernando Faria de Oliveira

    1992, 21-24 Maio, Evian-les-Bains, França
    Pinto Balsemão,António Barreto,Roberto Carneiro

    1991, 6-9 Junho, Baden-Baden, Alemanha
    Francisco Pinto Balsemão,Carlos Monjardim,Carlos Pimenta

    Antes de 1990
    Pinto Balsemão,Vítor Constâncio,Francisco Lucas Pires,Rogério Martins,Alexandre Azeredo Vaz Pinto,Bernardino Gomes,José P. Luiz Gomes,André Gonçalves Pereira,Emílio Rui Vilar,José Manuel Torres Couto,Ernani Rodrigues Lopes,Leonardo Mathias,Artur Santos Silva,José Eduardo Moniz,Fernando Faria de Oliveira,Francisco Lucas Pires,Rui Machete,Jorge Sampaio,João de Deus Pinheiro,António Guterres,Carlos Monjardino,Carlos Pimenta

  15. Joana diz:

    Caro Nuno Ramos de Almeida, fazes parte da “corja”, da associação de mal feitores que é o gang que governa a TVI. Que me dirás se te disser que tu sim gostas de chefes que te dizem o que deves escrever, pensar e opinar? Afinal é isso que faz a Manuela Moura Guedes, Moniz e seus “alcoviteiros”. E antes que digas o que quer que seja digo-te que falo com conhecimento de causa já que SOU JORNALISTA DA TVI, FAÇO PARTE DESSA REDAǺAOI ESPEZINHADA, CUJA CAPACIDADE DE PENSAR FOI ANIQUILADA por uma DA histerica e seu marido. Eles decidem quem vive e morre para o jornalismo. Triste panorama..UM DIA AINDA CONTAREI ALTO E BOM SOM AQUILO QUE SE PASSA ENTRE AS 4 PAREDES DE QUELUZ. E NESSE DIA NÃO HÁ OPOSIÇÃO QUE ME CALE!!
    Bem hajas

  16. Nuno Ramos de Almeida diz:

    Alegada Joana,
    Acho-lhe graça. Você deve cumprir a ordem dos seu chefes, que não são certamente jornalistas, a menos que no serviços já se tratem por jornalista e não por agente. Se trabalhasse em jornalismo, e na TVI, não diria tantos disparates. Eu sou jornalista desde 1987, trabalho na TVI há menos de um ano, não sou do quadro , nem tenho nenhum cargo de chefia. Faço investigações aqui, como as faria na SIC ou em qualquer jornal que investigasse. O resto da sua converseta e de gente maluca. Pagam-lhe para isso? Muito mal vai o erário público.

Os comentários estão fechados.