A campanha mais veloz: uma rainha da contemporaneidade (Danica Patrick)

danicap1

Esta poderá vir a ser, nos próximos brevíssimos anos, a primeira piloto de Fórmula 1 (uma questão relevante).
Para já, Danica Patrick (n. 1982, Beloit, Wisconsin) é apenas um dois mais conhecidos nomes da IndyCar Series (assunto interessante, mas no qual não me especializei), é modelo e será certamente actriz. Foi “Rookie do Ano” em 2005 em Indianapolis 2005 e nos IndyCar Series do mesmo ano. Em 2006, publicou a sua autobiografia (atenção mundo editorial português), de belo título Danica: Crossing the Line. Venceu o Indy Japan 300 de 2008, tornando-se a primeira mulher a vencer uma prova Indy. No Indianapolis 500 deste ano, ficou em terceiro lugar.

Mantém sempre no seu carro o número 7 !!

(UMA ÚLTIMA NOTA: um carro “fórmula 1” não tem espaço para albergar um governo inteiro?? Não cabe, é?? Porquê??)

danicap2

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

6 Responses to A campanha mais veloz: uma rainha da contemporaneidade (Danica Patrick)

  1. LR diz:

    Não será a primeira.

  2. Carlos Vidal diz:

    Caríssimo,
    então quem foi a primeira?
    Desconheço, desconhecia, esse facto.
    Dei uma informação desactualizada ou esta miúda não chegará lá??

  3. LR diz:

    Maria Teresa de Filippis foi a primeira, tendo até corrido em Portugal. Depois, já houve mais 4.

  4. carlos diz:

    … e a Lella Lombardi… porra, porque é que não se fazem os trabalhos de casa antes do sapateiro se pôr a coser acima do joelho? porque é que “estas merdas”, que se pensava seram parte da cultura geral de qualquer gajo bem formado, estruturado, tal como jogar ao abafa, dar toques com a bola, ou galar as filhas das vizinhas numa raio de três quilómetros, de repente parecem conhecimento extra-terrestre? 🙁

  5. Carlos Vidal diz:

    Está visto que este não é mesmo o meu território.
    Encarecidas desculpas peço aos leitores.
    Mas há aqui uma verdadinha: a menina Danica é actualmente a mais próxima de lá chegar. Em segundo lugar, penso convidá-la para a minha casa, não na Sardenha, mas na Fuzeta.
    Por outro lado, gostava de ver um governo inteiro (não digo qual) despachado para longe num “fórmula 1”.

    E, já agora, de que época são as senhoras Teresa de Filippis e Lella Lombardi ??

  6. carlos diz:

    percebo a preocupação, CV. sim, foram “borrachos” no seu tempo. quando? ah pois, coisa feia essa de meter o termómetro para apurar a idade de Senhoras :-)) tss tssss 😉

Os comentários estão fechados.