Combate à corrupção

Há uns dias na SIC, José Miguel Júdice relatava que, no decorrer de um projecto imobiliário que liderava, teria havido um fiscal da Câmara Municipal de Coimbra a exigir-lhe um suborno. Júdice, de imediato, terá telefonado ao Presidente da Câmara revelando o nome do fiscal, do qual o próprio Presidente lhe disse já ter suspeitas. A habitual tríade de opinadores elogiou esta atitude. Como conclusão óbvia da mui nobre mesa redonda, a melhor forma para combater a corrupção, seria que cada português tivesse o telemóvel de todos os presidentes de câmara.
Enquanto aguardo a recepção esta listagem, uma denúncia parecida, aguarda que uma certa e determinada câmara municipal lhe dê andamento há cerca de três anos.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

7 Responses to Combate à corrupção

  1. Rui Herbon diz:

    Parece-me que se, efectivamente, Júdice está tão preocupado com a corrupção e trafulhices quejandas, devia começar por arrumar a própria casa. Isto é, o próprio escritório.

  2. Transmontano diz:

    Então aqui pelo interior esquecido… fazem o que querem.

  3. Chico da Tasca diz:

    Mas o que aqui ninguém diz é o tal fiscal da câmara mesmo que se prove ser corrupto, não pode ser despedido porque é Funcionário Público ! Mudam-no de lugar, dão-lhe a reforma antecipada mas despedido não é !

    Aliás, se neste país alguém ousar despedir um FP vem logo a esquerda trauliteira apelar a manifs, porque estão “a atacar os direitos dos trabalhadores” !

    As câmaras municipais são uma miséria, e a admnistração central outra.

    Os utentes que tenham o azar de serem obrigados a porem processos a correr nestas entidades têm de esperar sentados que estes cheguem ao fim, e quando vai saber o que se passa descobre que ninguém é responsável, e que o que ele tem de fazer é aguentar, porque os senhores FPs não são responsabilizdos em termos de produtividade, e só podem “trabalhar” 7 horas por dia.

    São isto os denominados “serviços públicos” com que a Esquerda Reaccionária enche a boca para enganar os parolos !

    Portanto a Administração Local e Central tem coruptos ? Pois tem, mas como ninguém é responsável, temos todos de aguentar e deitar as culpas aos bancos e aos ricos !

  4. Chico da Tasca diz:

    Já agora Tiago Mota Saraiva, porque é que você, que costuma vir para aqui armado em virgam ofendida, carregado de moral e de ética, sempre a apontar o dedo a tudo e a todos (agora calhou ao Judice, por ter o telefone do presidente da câmara), como é tipico dos esquerdistas radicais, ainda se dignou a escrever uma palavra sobre Tianamen ?

    Há crimes politicamente correctos e outros que não o são ? Ou será que há manifs e manifs para a esquerda trauliteira ?

  5. carlos graça diz:

    Desta vez tenho que concordar com o Chico da Tasca… 🙂

  6. Selofane diz:

    Convém lembrar ao Chico da Tasca que um funcionário público (e de uma autarquia local, que não é bem a mesma coisa) pode ser despedido, depois de um processo disciplinar, se se provar uma falta grave que mereça essa sanção pode ser corrupção, pode ser um número excessivo de faltas injustificadas, entre outras causas – aquilo não é o paraíso.
    Quanto à produtividade, pois também pode ser medida. O problema é que a produtividade é prejudicada em primeiro lugar pelos políticos, pelos nomeados politicamente e pelos dirigentes, na sua falta de planeamento, nos investimentos errados, no volumtarismo inconsequente, etc…

  7. Pingback: Fique por dentro Corrupção » Blog Archive » cinco dias » Combate à corrupção

Os comentários estão fechados.