– Embora independente, pelo PS, falo eu

Vital diz que o PS “não teme ser julgado nas eleições europeias”.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

6 respostas a – Embora independente, pelo PS, falo eu

  1. Carlos Vidal diz:

    O que é interessante é o tipo de delírio desta gente: este diz que poucas pessoas representam melhor do que ele o PS, a outra do Porto diz que os dinheiros para os bairros sociais vêm do Estado, ou seja, do PS.
    O que eu não sei é de que tipo de delírio é isto sintoma.

  2. José Manuel Santos Ferreira diz:

    Não percebo a admiração ou má fé
    Eu também não sou do PS ou de outro partido – ZERO
    No entanto defendo intransigentemente o governo pela simples razão de ter sido o primeiro a mexer com os interesses instalados nomeadamente a função publica e toda a camarilha que a rodeia
    Uma coisa que eu fui há 40 anos e já não sou é comunista, trotskista, maoista, estalinista e tudo terminado em ista como alpista
    e (m-l)

  3. Tiago Mota Saraiva diz:

    José Manuel Santos Ferreira, e socialista…

  4. Patricia diz:

    O poeta Manuel Alegre já lhe respondeu quanto ao facto de ele se intrometer nos assuntos internos do PS.

  5. Manuel da Mata diz:

    Senhor Santos Ferreira,

    Nota-se que há quarenta anos deveria ter sido aquilo que diz ter sido; porém, como é inteligente, deixou de ser, porque havia que tratar da vidinha. Certo? Os comunistas é que são aqueles parvinhos que por amor à camisola tudo sacrificam.
    Diga-nos lá uma coisa: não tem primos, tios, filhos, enteados, cunhados, etc., na camarilha da função pública? Eu sei que há famílias pequenas. E há até famílias às quais se perde o rasto. Mas adiante.
    Então acha mesmo que o PS, através do demiurgo Sócrates, tem tratado bem da Função Pública? Para além de ter dor de cotovelo, não acerta no alvo. A camarilha continua lá, bem instalada e para durar, até para que o PS possa fazer muitas mais malfeitorias.

  6. Paulo Ribeiro diz:

    pelo grau e intensidade de alguns comentários, que não o post, pequeno e loquaz, chego à conclusão, que, a maioria dos portugueses tem o vitalino canas que merece. bem feita!

Os comentários estão fechados.