Viva o nosso país, jardim à beira-mar plantado

Atenção, gente do 5dias, ou melhor, colegas meus mais periclitantes neste tema (onde devo estar incluído, não sei, talvez não), temos de começar a escrever textos de maior qualidade, peças como as do João Carlos Espada, magníficas e sempre justas, crentes, lúcidas e pertinentes, coisas, por exemplo, sobre sir Karl (o Popper, atenção, não o outro – este dá processo!), sobre as implicações da educação no futuro de Portugal, das portuguesas e dos portugueses, coisas sobre  a política cultural do governo, mas sem bota-abaixismo. Em alternativa, se não conseguirmos resultados com esse esforço, o ABC do PPM disponibilizou esta imagem:

psssssssssssssss

Entretanto, como sobejamente sabido, também a jornalista Câncio começou a apresentar queixas de colegas à Comissão da Carteira Profissional; de colegas – não especifiquei – que a ligam ao nome impresso na t-shirt. E, sem dúvida, tem toda a razão em fazê-lo. Estarei sempre sempre ao lado desta gente, e ao lado do povo. Tudo ao mesmo tempo.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

9 Responses to Viva o nosso país, jardim à beira-mar plantado

Os comentários estão fechados.