Interessante Sr. Smith e a leitura dos jornais

A notícia que o Expresso deu como nova – que o sr. Charles Smith tinha, em interrogatórios posteriores, de uma firma de advogados, desmentido as suas declarações no DVD – é antiga. Só a TVI já a tinha dado três vezes. Mesmo na peça em que se mostram as imagens do DVD, esse facto é referido.
O interessante da notícia é que, embora as chefias do Expresso titulem com toda a certeza “Smith mentiu sobre Sócrates”, o jornalista é muito mais cuidadoso, e escreve a certa altura: “O relatório da Dechert, de qualquer modo, considerou que as razões dadas por Smith para ter inventado o enredo sobre Sócrates não eram sólidas e careciam, eventualmente, de esclarecimentos adicionais, daí os advogados recomendarem o envio da informação para a polícia, o que veio a acontecer”.
Note-se que a carta rogatória da polícia britânica é posterior a esse desmentido e que continua a investigar a questão, considerando “suspeito” o actual primeiro-ministro, José Sócrates.
A pressa de matar a suspeita e atacar aqueles que continuam a investigar o caso é um pouco precipitada. Tenham calma, isto ainda vai no princípio. Respirem fundo e bebam um copo de água, sff.

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

50 Responses to Interessante Sr. Smith e a leitura dos jornais

Os comentários estão fechados.