Os processos de José Sócrates (parte II, breve nota)

dix1
(Otto Dix)
O blogue Risco Contínuo refere que Rui Tavares, candidato pelo Bloco de Esquerda ao parlamento europeu e colunista do “Público” teria sido processado por José Sócrates por esta frase: “Sócrates não é um político sério e falta-lhe autoridade moral em quase tudo”. Rui Tavares, em baixo, informa o 5dias (“atenção pessoal…”) que não a escreveu e, que ele saiba, não foi processado pelo primeiro-ministro (ora, como eu cheguei a dizer, se tivesse sido, era o 10º jornalista a ser processado nas últimas semanas). Dá ainda uma sugestão de autoria para a frase, que não vou aqui reproduzir, claro. O que se pode daqui retirar é que esta onda de processos de José Sócrates gera confusão (X já foi processado? Não; Y já foi processado? Sim, etc, etc), confusão e um clima persecutório que limita, de facto, a chamada liberdade de expressão.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

22 Responses to Os processos de José Sócrates (parte II, breve nota)

Os comentários estão fechados.