Telequê?

tv
É imaginação minha ou o Carlos Pinto Coelho, do acrítico, acéfalo e abominável Acontece, acabou de se candidatar ao concurso do quinto canal, com uma coisa chamada Telecinco, em parceria com a filha de Emídio Rangel? Só cá por coisas é que amanhã não abro um banco. Ou uma clínica de neurocirurgia.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

11 Responses to Telequê?

  1. GL diz:

    Tomara que ele ganhe. Só por essa demonstração de arrogância.
    – –
    E qual seria o problema de vc abrir um banco ou uma clínica? Pff…

  2. Francisco Santos diz:

    surpreendeu-me nem a Cofina, nem a Controlinveste, terem avançado.

  3. Jorge Conceição diz:

    Telecincodias?

  4. A Confina e a Controlinveste são accionistas com mais de 6 por cento , cada um, da ZON.

    Luís, tens toda a razão: bons a fazer televisão são os tipos da ZON, o CNL e o canal do Porto, do Carlos Magno, eram excelentes.

    Eu acho melhor um projecto que possa contar com o Rangel do que qualquer negociata da ZON. Mas isso sou eu.

  5. Jacinto F. diz:

    O senhor Rangel tem-se mostrado atento, venerador e obrigado à força política dominante que, prestes a entrar num período eleitoral, resolve avançar, finalmente, com este canal. Dou como certa a sua vitoria. Numa altura destas uns soundbyts favoráveis são como pão para a boca e é assim que está a funcionar a democracia que temos.

  6. LR diz:

    Não, Nuno; não estás a ver bem a coisa. Na realidade, basta que o Rangel pronuncie três vezes o nome de um projecto televisivo para que ele se transfigure em coisa melhor que a BBC.
    E claro que fui eu que inventei o tremendo amadorismo que transpira de cada pormenor que se vai sabendo deste projecto, entregue por rassabiamento, pirraça ou sei lá o quê.
    Quanto a isso da ZON, não vejo muito bem onde é que a mencionei.

  7. Da-se diz:

    Coitada da rapariga!
    Não lhe bastava ser filha do berbequim, ainda se foi meter com um mitómano. Acontece.
    Não lhe auguro grande equador.

  8. LR. ( Bom Ano …)

    Finalmente encontro alguém que chama as coisas pelos nomes! Oupss estava a ver que a santidade-CPC bailava por aí com o seu pregão dos 300 – imagine-se – empregos. UAU! Há cada filme que a gente tem que gramar…

  9. Luís,
    Leste portanto o projecto da Telecinco? Não sabia que era público? Eu dei uma volta e não consegui ler nada sobre o projecto, sem ser o investimento, número de trabalhadores e a importância dada à informação na programação. Pareceram-me boas ideias.
    Peço-te desculpa, mas o Rangel é bastante competente, e um projecto com ele parece-me dar mais garantias do que uma ocupação de espaço com enlatados que li nos jornais ser a intenção do projecto da ZON

  10. NunoRA
    A tele5 anda numa de sedução contigo. Dá-lhe! Hombre

Os comentários estão fechados.