Texto de guerrilha sobre a blogosfera

No início a blogosfera política nacional vivia do confronto – Ivan Nunes denominava-o como picardias. Esquerda vs direita, esquerda vs esquerda, direita vs direita. Havia textos para todos os gostos. Gente que não se conhecia, que debatia ideias com textos violentos e controversos. Entretanto alguns foram-se conhecendo, perderam gás ou ganharam moderação, e a blogosfera política nacional perdeu interesse na exacta medida em que se institucionalizou como viveiro de novos comentadores políticos. Apesar do inicial afastamento, as estruturas partidárias e, sobretudo as de poder, foram-se apercebendo do seu imenso alcance.
Hoje conhece-se inúmeros blogues de assessores políticos, que escrevem como forma de trabalho, e sabe-se de alguns blogues gerados e mantidos por gabinetes de Estado emitindo “opinião” disfarçada e “independente”. Tudo normal, embora pudesse ser mais interessante.
Aquilo que me parece ser relativamente recente, é a violência e a atitude censória com que se pretende silenciar o texto marginal, de combate ou contra-corrente, sempre sob o argumento do bom senso e da moderação.
Se fosses vivo Luiz…

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

16 Responses to Texto de guerrilha sobre a blogosfera

Os comentários estão fechados.