Portaram-se mal? Tomem lá um presente!

Os senhores accionistas do BPP estiveram reunidos a ver o que fariam ao seu lindo banco. Resolveram pedir à entidade da foto acima que lhes salve o investimento, já que os clientes, esses mal-agradecidos, além de tirar de lá o pilim, andam por aí a fazer queixinhas. Como até o socancras do Pai Natal se mostrou indisponível para safar um banco cuja actividade é apenas ajudar uns escassos milhares de ricos a aumentar o seu património, mandou-os bater à porta de outro anjinho: o contribuinte português. Graças às garantias fornecidas por este, até o BPI, cujo presidente ainda há pouco confessava não saber para que precisaria o BPP de tanto dinheiro, saltou para o trenó da caridade solidária. O Expresso, cujo patrão, por coincidência, é um dos accionistas “de referência” da coisa, cantou os devidos hosanas: a «imagem de Portugal» está salva!

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

7 Responses to Portaram-se mal? Tomem lá um presente!

Os comentários estão fechados.