Radicalismo centrão

O Carlos Vidal escreveu um post sobre o que deseja para a esquerda que incendiou o radicalismo centrão. Com a cassete do costume pode ler-se o “Soviete, meu amor” do André Salgado ou o “Isto anda tudo ligado” do Pedro Correia, autênticos exemplos do que aqui escrevi.
A necessidade de esconder a alternativa de esquerda, ora procurando desvalorizá-la ora combatendo-a com um discurso violento e “alberto jardinista”, é a receita.
Mas também é um sinal.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

22 Responses to Radicalismo centrão

  1. Pingback: Poder simbólico : O País Relativo

Os comentários estão fechados.