Viver cercado

Por indicação do Corta-fitas, um bom atalho para o que significa mesmo viver na Madeira.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

1 Response to Viver cercado

  1. Ricardo S diz:

    Gostava de saber se, na manifestação de sábado passado (onde se fala que estavam 100 mil), houve algum professor a reinvindicar o direito de ensinar Marx nas escolas da Madeira, algo que não é fácil atentendo às “pressões” para não ensinar um dos maiores filósofos de sempre. Ou Manuel Alegre, que acusou a Ministra de “tiques autoritários”…

    Cumprimentos.

Os comentários estão fechados.