Grande clássico de Tonino Caratone: Me cago en el amor


Foi um percurso difícil para chegar à sabedoria. Mais do que a uma vida amarga, dedicada à causa da revolução e ao terrorismo internacional, devo ao Youtube a descoberta das letras seminais (nunca tinha conseguido usar esta palavra) de Tonino Caratone. Não duvido que as agruras de uma relação com uma loira plástica o tenham levado à filosofia pura (há melhor método de chegar ao desespero?), infelizmente, já não contamos com o João Galamba para nos iluminar estas transcendências. A necessidade, do cantor, aguça certamente o engenho, mas dificilmente poderia tropeçar numa letra que pega melhor o boi pelos cornos (há metáforas ordinárias). Desfrutem e aprendam.

Porque voy a creer yo en el amor
si non me entiende no me comprenden tal como yo soy
Porque voy a creer yo en el amor
si me traiciona y me abandona cuando major estoy
No sabemos muy bien entre tu y yo
y aunque parezca no tienes la culpa la culpa es del amor

Para os interessados podem ver na rua, como deve ser, Tonino e os seus amigos – o gajo ainda por cima, é irmão gémeo do grande João Macdonaldaqui (a partir de 4.40) e também aqui. Nos dois vídeos com Manu Chao.

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.