Sentido das proporções

Sentido das proporções e justiça histórica: se esta noite gloriosa, que há-de ficar na memória de todos, é o fruto de uma vontade colectiva, de uma organização meticulosa e de uma táctica que veio a revelar-se como a mais justa, a despeito do que sempre dizem os habituais profetas da desgraça, necessário é também afirmar que a vitória teve um rosto e que esse rosto tem um nome: chama-se Paulo Bento, claro.

Sobre António Figueira

SEXTA | António Figueira
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

3 Responses to Sentido das proporções

Os comentários estão fechados.