Os homossexuais e a raiz do mal na Igreja

Dois anos depois de ter estreado na BBC, o documentário Sex crimes and the Vatican ainda consegue indignar e chocar. Mesmo dando de barato que os ataques contra o actual papa podem ser algo desfocados, certo é que a hierarquia da ICAR passou anos a fazer tudo para que alguns padres pedófilos conseguissem fugir à justiça; obstruindo, negando informações, acoitando os perseguidos, dando a predadores confirmados novas paróquias, novas ocasiões para destruírem vidas.

Depois de tanto tempo a proteger os seus monstros, a ICAR concluiu agora que o que importa não é dar toda a transparência ao combate à pedofilia no seu seio. Não; urge mesmo é transferir o odioso da questão para os homossexuais (entre outros desviados), adoptando novas medidas para impedir a sua infiltração nos seminários e a eclosão de mais “dramas”. Assim, a culpa não é da Igreja, ou pelo menos de muitos dos seus dignitários, com a sua complacência e a sua cumplicidade criminosas; não, a culpa é mesmo do pessoal gay, com os seus defeitos e as suas desordens.

Não percam o documentário, se ainda não o viram. Vai passar no Odisseia, às 11 horas.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

8 Responses to Os homossexuais e a raiz do mal na Igreja

  1. Pingback: cinco dias » Se um cardeal alucinado lhe falar na “família tradicional”, pergunte-lhe pelo Jacó

Os comentários estão fechados.