O ombro

No capitulo Serge que canta prefiro o Gainsbourg. Porquê? Ora, porque tinha pior aspecto, bebia mais, cantava pior, fumava mais, portava-se mal e escrevia bem. E como eu suspeito que o mundo pertence, no fim das contas, aos mais loucos, se não o mundo pelo menos as mulheres mais interessantes, o que convenhamos vai dar ao mesmo, fico pelo Gainsbourg. Mesmo que isto seja mentira, há que acreditar que o cumprimento de pelo menos alguns dos critérios anteriores nos dará acesso a uma qualquer Birkin ou Bardot.

Quanto ao ombro, caro Nuno, também eu, durante algum tempo, achei que o meu cão não tinha sombra de tão demoníaco que era. Ombro sei que não tem porque nunca apareceu em casa com um saco a tiracolo…mas isto já pode ser o vinho a falar

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

2 Responses to O ombro

Os comentários estão fechados.