O rapaz das mamas à casa torna

Pedro Boucherie Mendes foi director da revista FHM e produtor de inanidades disfarçadas de opiniões avulso. Agora, é director da SIC Radical. E tudo começa a fazer sentido quando se vê um programa chamado “A Vida é Bela”. Uma espécie de reality show que pretende escolher, de entre dúzias de misses de subúrbio, a nova e fulgurante capa da… FHM. Aquilo é tão mau que nem por graça se recomenda a visita. Acreditem: é o programa mais chunga, manhoso, rafeiro, feio, mal filmado, escabroso, pindérico, foleiro, piroso e mal amanhado que já vi. Consegue mesmo despertar em mim uma até agora ignota costela feminista: vender-se em Bombaim é apenas um pouco mais degradante do que andar por ali. Se uma filha minha tivesse participado em tal coisa, estava a esta hora trancafiada num convento algures na Macedónia profunda.

E asssim encerro a minha trilogia de posts-com-gajas-boas-no-frontispício.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

1 Response to O rapaz das mamas à casa torna

Os comentários estão fechados.