A vida dos outros é que me lixa

O maradona, sempre imbuído de assinalável caridade cristã, deu pelas minhas ocultas enfermidades psicológicas e sociais: «Luis Rainha, que é um gajo com montes de problemas ao nivel, não só da sua própria vida, como da vida dos outros, muito embora seja um individuo que consegue colocar uma frase à frente de outra, o que já se saúda.»
Os problemas da minha vida são pungentes e numerosos demais para aqui elencar, que isto não é um romance do Dickens. Já quanto aos meus padecimentos a nível «da vida dos outros», julgo que posso escolher os três mais prementes: o Warren Buffet ainda não criou uma fundação com o objectivo de aliviar as minhas maleitas financeiras; a Madonna andou por Lisboa e nem uma massagem shiatsu me veio oferecer; os senhores da ERC ainda não se meteram comigo, deixando-me numa posição insustentavelmente fragilizada.
Não me parece. Lamento, mas. Quanto a isso das frases.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

2 Responses to A vida dos outros é que me lixa

Os comentários estão fechados.