O Luís Lavoura tem sempre alguma razão

…ou não fosse ele físico teórico. Aqui se confirma:

“Comentário de Luis Lavoura
Data: 27 Junho 2008, 12:44

O Filipe Moura ganha facilmente a aposta.

De facto acho que nao faz sentido nenhum a Fernanda (e nao so) estar
neste blogue na companhia de comunistas mal reciclados como o Nuno
Ramos de Almeida ou o Filipe Moura. E que, se o objetivo da Fernanda e
defender os direitos e liberdade dos homossexuais, nao precisa de
andar em tao mas companhias, nos no Movimento Liberal Social tambem o
fazemos. A diferenca e que somos a favor da liberdade na sua
totalidade. Nao somos apenas a favor da liberdade de uma pessoa
namorar com quem quiser, somos tambem a favor de ela poder arrendar a
sua casa a quem quiser e ao preco que quiserem combinar. Acho que faz
sentido ser coerente.

A Fernanda pense bem.”

Agora de facto o Luis nunca tem toda a razão. Neste caso, quando afirma que o objectivo da Fernanda Câncio é defender os direitos dos homossexuais, assim, como se fosse o único. São extremamente injustas as pessoas que afirmam que a única causa da Fernanda é o casamento dos homossexuais. Conforme se confirma pelo seu primeiro texto no novo blogue Jugular, a Fernanda tem não uma mas duas causas na vida: o casamento dos homossexuais e o aumento das rendas de casa.
(Fernanda, um dia gostaria de voltar a encontrar-te, e que então me explicasses como podes pôr no mesmo texto as palavras “igualdade”, “senhorios” e “inquilinos”. “Igualdade”, “senhorios” e “inquilinos” são três coisas incompatíveis, pelo menos na minha limitada cabeça.)
Despeço-me dos meus companheiros do Cinco Dias: foi um grande prazer conhecer-vos e espero que a gente se continue a encontrar por aí. Saúdo os membros do novo Jugular. (Saravá companheiro Vasco. Ana e Maria João: acreditam que o café da Dona Maria foi trespassado? Vi isso quando passei por lá noutro dia.) Vou continuar a ler-vos com prazer, e com certeza que haveremos de partilhar outras lutas no futuro. Até lá, eu continuo do avesso do avesso. E quem vier atrás que feche a porta.

Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

11 Responses to O Luís Lavoura tem sempre alguma razão

Os comentários estão fechados.