O LHC já causou vítimas

Na Índia, uma miúda de 17 anos suicidou-se por receio do iminente fim do mundo, ainda antes da experiência do CERN entrar em funcionamento. No mesmo país, a ansiedade deu em epidemia, com dezenas de pessoas a serem hospitalizadas com distúrbios vários e muitas outras a dedicar as suas últimas horas à oração ou à gastronomia. Afinal, não foi apenas o meritório editor da Gradiva, Guilherme Valente, a ser engolido pelo buraco negro da histeria.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

7 Responses to O LHC já causou vítimas

Os comentários estão fechados.