Assuntos africanos

Agora, ainda no rescaldo das eleições angolanas, muitas recriminações se ouvem dirigidas à hegemonia do MPLA na sociedade angolana e à forma como Estado e partido por ali dissolveram as suas fronteiras. Quando as inaugurações e a distribuição de benesses são eventos diários, haja ou não haja campanha em curso, quando fazer parte da Oposição requer coragem, quando a comunicação social depende do Estado e quem discorda se mete em sarilhos, nem a lisura técnica de processos pode resgatar uma eleição.
Aliás, já Pacheco Pereira avisara: “Tendo em conta o historial eleitoral, com a diferença de recursos e meios dos partidos em campanha, com o MPLA a utilizar recursos do Estado e com as dificuldades dos jornalistas em fazerem uma cobertura isenta, há sinais de preocupação”.
Tudo isto é claro, tudo isto é vero. Só falta agora ajustarmos o telescópio para mais perto e começarmos a ver as vitórias de Alberto João Jardim com outros olhos. Mais atentos.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

8 Responses to Assuntos africanos

  1. Pingback: cinco dias » Madeira: do relógio de cozinha à suástica

Os comentários estão fechados.