Aníbal esqueceu-se dos elefantes

Parece certo que o assunto da urgente comunicação de hoje era mesmo “de relevância para o País”. Só que se tratava de um país remoto e pouco conhecido, delimitado pelas paredes cranianas do nosso presidente. Assim mais ou menos como a Mirandéria, mas com um folclore ainda mais estranho.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

6 Responses to Aníbal esqueceu-se dos elefantes

Os comentários estão fechados.