Maravilhas do mercado e o roubo legalizado

Ler com atenção esta notícia do DN: ” Os custos com as dívidas incobráveis da electricidade vão passar a ser pagos por todos os consumidores” . Para quando a distribuição dos lucros da empresa pelos consumidores?
Em Portugal, grande parte do sector privado foi criado, desde as famosas leis do Condicionamento Industrial, à sombra do governo e à conta do esbulho das populações. As últimas privatizações vieram agravar este roubo. Empresas que os portugueses pagaram, durante décadas, com o dinheiro dos seus impostos foram dadas a privados por meia duzia de patacos, e agoram criam regras que lhes permitem fazer lucros absolutamente desproporcionados com métodos imorais.

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

13 Responses to Maravilhas do mercado e o roubo legalizado

  1. Pingback: Danos colaterais de um mercado feito à pressa, onde a concorrência é incipiente « O Insurgente

Os comentários estão fechados.