Mais uma reforma bestial

Ganhamos mal. Agora vamos poder trabalhar até 65 horas por semana. Coitados dos nossos governantes europeus que vão ter que se esforçar ainda um bocado para atingir o paraíso: o modelo social chinês.

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

19 Responses to Mais uma reforma bestial

  1. CARLOS CLARA diz:

    Não é o modelo chinês que está em causa mas sim a regressão do modelo europeu. Em democracia há muitas maneiras de fazer escravatura.

  2. Aires diz:

    e…

    Portugal votou a favor…

    Com que base ou objectivo?

    Esta nosso Governo também parece que quer arranjar mais problemas,

    não tendo ainda resolvendo os que já tem em carteira…

    Enfim, espero haja bom senso…

  3. Shri diz:

    Não há volta a dar: para os chineses viverem melhor, temos nós que viver pior.

  4. A.Silva diz:

    Se Vieira da Silva votou contra é porque pelo menos enquanto for ministro não transpoe a directiva.Embora não seja obrigatória e ainda vai ter que ser debatida no PE,temos que ter cuidado com os governantes que escolhermos.Por outro lado os trabalhadores de França,Espanha,Holanda etc.,não vão deixar passar esta nos seus países

  5. Sérgio diz:

    Parece-me que o ataque aos direitos sociais vai continuar.
    Tudo na historia se repete e daqui a uns anos teremos um novo 17 de Outubro. Com os fusilamentos e tudo.
    Depois tudo melhora até as novas elites se voltarem a esquecer…

  6. mimi diz:

    Se é democracia,eu quero uma ditadura esclarecida,ie, que melhore a vida das pessoas o seu nível cultural,de cidadania,de participação.A minha democracia não é a dos belmiros,dos negreiros nem desta merda da UE que apoia sem rebuços um regime de mengeles no território roubado ao povo Sérvio.Ora,se apoiam é porque o são!
    Por isso,não entendo o seu nojo pelas FARC e pela violência de quem se quer livrar dos assassinos,dos ladrões,das forças obscurantistas dos plutocratas da droga.Deixe-me que lhe diga que a violência revolucionária não tem nada a ver com aqueles que a exercem para explorar,para submeter a população à miséria.Depois,diga-me como é que pode apoiar a Arábia Saudita(da familia Saud!). Se não apoia,apoia o Sócrates e todo o mundo (cóf cóf) democrata.Dinheirinho,o que tu podes comprar….

  7. mimi diz:

    65/7=9.28h/dia Todos os dias da semana.
    65/6=10.83h/dia
    65/5=13/dia
    É esta porra,a revolução tecnológica?É a qualidade de vida?É o quê?Isto é terrorismo e,um dia destes vais dentro democraticamente se dizeres algo diferente do pensamento único(como vÊs, único, não é naaaada diatatorial,pois nãooo?).

    Além disso,mimi é um pseudonimo pq trabalho num órgão de comunicação social cheeio de mamões,de injustos,de xicos espertos e,como estamos em democracia,que não stalinismo sou obrigado a esconder-me com o rabo de fora(…).NRA,viva a merda da ‘democracia’,podre.Vivam os ricos(exploradores,sim sempre MARX!) que se fodam os pobres que têm o futebol,as telenovelas e os dentes podres.Trabalhem,seus madraças.Viva o dia da raça!

  8. mimi diz:

    Desculpa,mas vi um bocado duma merda de ‘pogama’ da SIC com o castelo-brancoe,como me dizeram, q com a tv privada a cólidade ia melhorar.Pois,é!O mercado é sempre melhor.Estao ao nivel daquele canal q o Hugo Chavez( q tb não gosta…) mandou para o cabo.Como intelectual,não acha que está na altura de desmascarar o mito da imprensa livre nas mãos de alguns tubarões entre os quais o predilecto dos Bilderbergs?Ora,fale lá com o Louçã e deixem-se de lana caprina e de Tibetes com os richard geres…

  9. Portugal votou contra. É justo dizer isso. Creio que a Espanha também.

  10. Voyager diz:

    Portugal votou CONTRA…

  11. Aires diz:

    se votou contra, afinal tal como Espanha, ou eu ouvi mal, ou deram a informação errada, creio TSF, às 11h30…

    mas de qualquer modo, dou a mão a palmatória com todo gosto

    abraço e desculpem meu erro

  12. antónimo diz:

    anunciado como passo em frente (dantes, antes de tratados e tratadinhos, um voto contra dava veto, não era?) imagino quão longe chegaremos quando se atingirem as 16 horas diárias. Estaremos outra vez maduros para 1º de Maio iguais aquele de 1886

  13. Como é que o chefe Jerónimo fica no meio de tudo isso? Não é ele que agora se diz admirador da China comunista?
    Quantas horas trabalhavam e que salários auferiam os trabalhadores dos antigos países do bloco soviético? Refiro-me à “ralé” e não aos chiques do partido…

  14. The Studio diz:

    Portugal votou contra, bem como a Espanha Zapaterista, os atrasados Belgas, Chipre e Grécia. Mas afinal qual é o problema de permitir em situações excepcionais trabalhar 65 horas àqueles que o desejarem? O “trabalhador comum” nem sequer vai dar pela nova lei. Será que vocês não podem tolerar que os outros tomem as suas próprias opções?

  15. portugal diz:

    Só faltava virem os fascistas envergonhados do studio e do castelo branco virem defender a ignomínia,a escravatura.Par o castelo negro(negro de alma) a instauração dos regimes comunistas impuseram as 8 h diárias de trabalho,férias de 1 mes repartidas em 2 ou mais tranches,saúde pública grátis-e,isto vi o que era dantes e o agora!Porque andei lá!E além disso,acho que isto está a precisar mas é de acção e correr com estes filhos da puta imorais…

  16. filinto diz:

    Os Friedmanites andam por todo o lado. Parece que como o trabalho está feito na China, vêm para aqui agora.

  17. Antónimo diz:

    Não vejo pq motivo se vai buscar o exemplo do Jerónimo. Afinal quanto a esse tema nenhum partido, tirando o BE, se porta bem. Todos parecem adorar o modelo chinês. Já agora, imagino que The Studio acha bem que se trabalhe à borla desde que o trabalhador aceite e que o empregador lhe dê comida e seja calmo com as chibatadas.

  18. Pois pois, fascista como o Churchill, enquanto os COMUNISTAS andavam mancomunados com o Hitler, atacando a Polónia, Finlândia e Estónia, Letónia, Lituânia e roubando a Moldávia aos romenos. Fascista… pois pois, sabemos em que estado ficaram os “soviéticos” após 80 anos de chulice do PCUS, com dezenas de milhões de assassinados, o gulag a transbordar. Resultado? produziram Abramovitches em barda e aquilo que se vê um pouco em todos os bares da Europa. É o filhismo leninista no seu melhor. Parabéns a todos os adoradores da Béria e de Iezhov. Já agora, que tal instaurarem um regime do estilo khmer Rouge por cá? era bom não era? Bah!*

    *Fascistas são vocês, mas ainda não perceberam. Em França os PC’s passaram-se com armas e bagagens para o Le Pen.

  19. Luis Moreira diz:

    O NRA conseguiu numa frase dizer tudo. Há quem não perceba o significado do modelo Europeu.Não há melhor,não há mais justo.Nos USA o que se discute é um modelo de saúde próximo do europeu.O nosso primeiro dever é estar atentos ás manobras de quem acha que as pessoas (todas) não têm direito a uma vida decente!

Os comentários estão fechados.