Marta e as bombas

Leio numa revista cor-de-rosa que a nossa Marta Rebelo sabe bem o que faria se fosse dona de uma bomba de gasolina perto da fronteira com Espanha: “Competia com o preço dos combustíveis espanhóis de forma diferente do que os revendedores nacionais estão a escolher”.
Dado o interesse angustiante da questão, imploro à Marta que partilhe aqui a sua receita salvífica. Seguir o exemplo dos pregadores americanos que já rezam por preços reduzidos? Promoções com viagens à Bobadela? Ofertas votivas a Krishna? Ou algo muito mais radical e inesperado?
Seja como for, fica explicada a sua prolongada ausência aqui do botequim: resolver estas questões energéticas deve deixar pouco tempo de sobra…

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

16 Responses to Marta e as bombas

  1. Pá, meninos, afinal de quem é a posta, do Luis ou do Nuno?

  2. Luis Rainha diz:

    A bem da verdade, é coisa quase a mielas. Mas as categorias misturam-se-me sempre todas!

  3. rms diz:

    Por cada litro, 100 gramas de caviar.

  4. A mim ocorre-me um serviço de Car Wash… mas sou capaz de estar a ser um pouco sexista…

  5. Luís e Pires (1),
    Não me comprometas. Eu não escrevi o post, apenas pedi que tornasses mais doces algumas palavras amargas com que tinhas polvinhado o texto.

  6. j diz:

    Balelas…!
    O Manuel Alegre também prega, prega… Só que soluções nem vê-las.

    Existem políticos que me fazem lembrar a minha mulher (esposa, companheira, como quiserem…).
    Governar não é só falar de números, de economia, bla, bla…
    Só que na hora de pagar as contas, vira-se para mim.

    Só conversa, estes alegristas enbloquistados.

  7. Luis Moreira diz:

    A Marta nem precisaria baixar o preço.O pessoal ía lá só para a ver!

  8. Luis Rainha diz:

    “Amargas”, moi? És uma alminha sensível, é o que é…

  9. J,
    estimo muito saber que é casado com o Alegre. Parabéns.
    Eu também estou de acordo, que regra geral, a malta do PS fala, fala e acaba por cumprir o programa do PSD e do CDS.

  10. j diz:

    Kamarada Nuno,

    Casado com o Alegre não, mas sim um pouco mais para a esquerda.
    Além de que gosto pouco de tipos que se andam a “alegrar” por fora.

  11. j diz:

    Olha, esta é boa:

    Eu não sou Juíz mas já tinha dito, em 10 de Maio de 2008, «(…) ser caricato que uma instituição policial, qualidade, aliás, de que tenho dúvidas que possa ser atribuída à ASAE (…)».

    (ver no Diário Económico online, que «Juízes dizem que ASAE é inconstitucional»)

    Ainda me vou rir, embora sem vontade, porque anda por aí muita gente responsável que não fez a primária no meu tempo.

  12. hum. o luis lê revistas cor de rosa. hum.

  13. E se não há nenhum dono de Iate que tal travar amizade com os pescadores ( eles têm, ambos, Gasóleo a 0.80 Cêntimos!!).

  14. O Alegre, digamos, que anda a namoriscar a esquerda-fácil…

    PS.: Sr. j, não estou a dizer que o Sr. seja fácil. … é mesmo o meu vislumbre visionista sobre o Alegre e o Bloco)

  15. RAF diz:

    Estou curioso por conhecer essa receita milagrosa.

  16. PJMODM diz:

    «Penso eu de que» a dra Marta está a ser injusta, para os postos de gasolina, ou saberá de todas as receitas que eles estão a usar. Entretanto, o governo está a condicionar o receituário, pois em face da desconfiança das gasolineiras de que eles poderiam estar a comprar gasolina em espanha, o ministro teixeira, já anunciou que vai, a pedido das pobres petrolíferas, fazer incidir inspecção geral (fisco, asae, dg energia) sobre os tais ricos gasolineiros, que a srª drª marta considera pouco imaginativos, com falta de fantasia. Felizmente para o rectângulo, se falta fantasia na fronteira, há fantasia no poder.

Os comentários estão fechados.