Ainda a política e as criancinhas

Ontem, ao ouvir a bizarra e lacunar definição de “flexigurança” que Jamila Madeira deu à TSF, lembrei-me dos receios de Cavaco Silva a propósito do baixo envolvimento dos nossos jovens na política. É que com ex-jotinhas deste calibre, mais vale os jovens continuarem agarrados à PlayStation até aos 80.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

2 Responses to Ainda a política e as criancinhas

Os comentários estão fechados.