Mais despudor

No quinto aniversário da invasão do Iraque, seria bonito vermos algum bom-senso por parte dos seus defensores originais. Assim tipo estarem calados ou coisa que o valha. Mas a hubris não lhes dá trégua. Alguns limitam-se ao finca-pé das almas simples, garantindo, contra factos e evidências, que tinham razão: «à data, tudo apontava para a sua racionalidade (da invasão)». Os mais atrevidos preferem os grandes voos da imaginação — que antes já lhes dera a ver ameaças indescritíveis a emanar de Bagdade — tentando assustar o parolo com um futuro hipotético: «o que é que teria acontecido caso uma coligação internacional liderada pelos EUA não tivesse invadido o Iraque em Março de 2003?» Mas a esta questão absurda eu sei responder: não teríamos hoje que aturar tanta parvoíce.

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

4 Responses to Mais despudor

Os comentários estão fechados.