Publicidade paga

Sou obrigado a anunciar estes debates. O próximo terá a presença da Câncio (não, não é a F que me obriga).

O Sindicato dos Jornalistas promove nas próximas 4ªs feiras do mês de Novembro, dias 21 e 28, na sua sede, Rua Duques de Bragança, 7E, Lisboa, a 3ª e 4ª Conferências de Outono, TODAS ÀS 21 HORAS

Para os debates, moderados pelos jornalistas Rosária Rato e Paulo Madeira, estão convidados como oradores

“O JORNALISMO TEM SEXO? A COMUNICAÇÃO SOCIAL PERANTE AS QUESTÕES DO GÉNERO”
Dia 21 – Fernanda Câncio (jornalista), Miguel Vale de Almeida (Antropólogo), Regina Marques (Psicóloga) e Sofia Branco (jornalista).

“NOVAS TECNOLOGIAS – INSTRUMENTO PARA UMA NOVA ORDEM DA COMUNICAÇÃO”.
Dia 28 – António Granado (jornalista), Filipa Subtil (Professora ESCS), José Luiz Fernandes (Jornalista) e Paulo Querido (Jornalista).

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

4 respostas a Publicidade paga

  1. tric diz:

    a avaliar pelos temas que vão ser discutidos, dá para ter uma ideia do estado a que o jornalismo português chegou…

    PS- algum JORNALISTA !!( se é que existem em Portugal…) já é capaz de esclarecer a Dr. Ana Gomes e os restantes portugueses, acerca da alteração do famoso artigo 30 do codigo penal !

    “ainda ninguém esclareceu como apareceu a proposta do inciso final “salvo tratando-se da mesma vítima” e como foi justificada e acolhida na UMRP. Como é sabido, essas seis palavrinhas estendem a figura do «crime continuado» aos crimes contra pessoas, beneficiando assim os responsáveis por abusos repetidamente praticados contra uma mesma vítima – como acontece muitas vezes em casos de pedofilia e de violência doméstica.
    Eu quero, como muitos portugueses, perceber o que é que afinal se passou.”!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    http://causa-nossa.blogspot.com/2007/11/crime-continuado-tambm-contra-o-ps.html

  2. E já agora para quem publicita… porque não dizer a que horas passa?

  3. Luís Lavoura diz:

    Repare-se no pormenor curioso de que, quando se trata de debater questões de sexo no jornalismo, 3 dos 4 intervenientes são mulheres; quando se trata de debater outras questões do jornalismo, 3 dos 4 intervenientes são homens.

  4. s diz:

    Luís Lavoura… veja bem em a ‘coisa’ que a verdade não é só essa…

Os comentários estão fechados.