Welcome mr Gualter

Novo blog sobre transgénicos chega ao ciber-espaço. Pode ser avistado aqui. E o seu autor apresenta-se desta forma:

Gualter começou a ser conhecido pelas suas aparições na Rua Sésamo na década de 80. Mais tarde, com o apoio financeiro do poderoso lobby da agricultura biológica (que o jornalista Mário Crespo tão bem denunciou), pôde eliminar as suas feições azuladas e transformar os pêlos em barba. Com o auxílio dos Serviços Secretos russos, juntou alguns neurónios, primeiro para conduzir uma campanha contra os transgénicos no GAIA e na Plataforma Transgénicos Fora e, mais recentemente, para falar sobre os motivos do grandioso e inqualificável acto de desobediência civil do Movimento Verde Eufémia.

A nova eDireita-PP-laystation-FoieGras fez notar imediatamente nos seus iPosts que a intervenção neuronal não havia surtido o efeito desejado. De facto, o autor deste blogue (isto é, eu) continua a ser um pateta, idiota e, acima de tudo, um energúmeno, que deveria certamente começar a procurar outra fonte de rendimentos que não a sua bolsa de doutoramento, para a qual naturalmente não tem capacidades intelectuais suficientes. Por outro lado, ficou claro que o autor tem uma certa esquizofrenia política, tendo sido classificado nos diferentes meios de comunicação (blogues, jornais, mailing lists) como pertencendo quer à extrema-esquerda, quer a um ecologismo fascista, de extrema-direita portanto.

Como energúmeno não empata energúmeno, o autor irá focalizar a sua atenção sobre temas mais simples do dia-a-dia, onde se incluirão certamente debates sobre a engenharia genética na agricultura. Curiosamente, ainda nenhum dos mencionados companheiros da blogosfera adiantou qualquer das suas brilhantes teorias sobre o tema, apesar da sua prolífica fluência para discursar sobre os mais diversos assuntos…

* devo confessar a minha dificuldade em compreender como neoliberais acomodados podem intitular algum espaço seu como “Insurgente”

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

5 Responses to Welcome mr Gualter

Os comentários estão fechados.