O Xatoo é maluco

Ponto prévio: eu não sei quem é o Xatoo, nem que exótica personagem se esconde por detrás desse nome igualmente exótico; só sei que ele diz mal de mim (insinua mesmo, num comentário, que eu não percebo nada de cinema, o que me fere profundamente) e diz bem de Cuba (acho eu, ao ler as críticas, porque eu, aqui confesso, sobrevoei apenas o objecto das minhas considerações, o texto era extenso e o dia era curto, e para além disso pedia praia, o autor que me desculpe).

Portanto o Xatoo é maluco: porque diz bem de Cuba e de Cuba não se pode dizer bem nem sequer com uma flor, Pinochet e as Juntas todas mataram que se fartaram, com requintes de malvadez, mas isso passou (“they did wonders for the economy, you know?”), Trujillo, Somoza, Rios Mont e outros que tais também mataram que se fartaram e deixaram a matilha a passar fome, mas isso não conta, porque eram freedom fighters, e para além disso aplica-se a Cuba a regra do bilhar científico: com força na vermelha dá sempre.

Mas não é só por isso – nem sequer principalmente por isso – que o Xatoo é maluco: agora até quer que a gente aqui no 5 dias publique também os posts de um tal de RAF, um tipo que escreve n’O Insurgente, que por sua vez publica coisas assim acerca de nós: “…Cinco Dias, um blogue de extrema-esquerda onde a promoção da agenda LGBT e outras causas fracturantes se combina de forma notavelmente apropriada com a ignorância, o ressentimento marxista e a defesa do totalitarismo”!

O Xatoo é maluco – percebem agora porquê: porque se ele julga que a gente vai dar tempo de antena ao RAF está muito mal enganado, a menos que… a menos que… o tal de RAF escreva n’O Insurgente, n’O Atlântico e onde mais escrever, o seguinte e mui humilde pedido de desculpas:

“O Cinco Dias – em que pretendo colaborar, para beber uns gins com a malta – é um blogue de centro esquerda moderno, europeu e atlântico, cuja promoção da agenda LGBT é acompanhada de medidas de protecção da família tradicional (nomeadamente das famílias mais numerosas, de cuja associação pseudo-representativa eu aqui mesmo me desligo e denuncio, pelo reaccionarismo da sua agenda), e cuja sapiência, bonomia e liberalidade eu muito prezo e prezarei, até ao fim dos meus dias, eu vá para o Inferno se assim não for”.

Se o RAF subscrever esta declaração, então vá; se não, o Xatoo é maluco e ponto final.

Sobre António Figueira

SEXTA | António Figueira
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.