Beyond the Pale

Beyond the pale” é uma expressão curiosa: “para lá da paliçada, não há civilização”. Eu julgava que tinha origem na história da ocupação inglesa da Irlanda, mas afinal parece que não é bem assim. A Conferência que foi organizada em Teerão sobre o sionismo e o holocausto situa-se claramente para lá dos limites da civilização, mas o editorial que o de costume tão razoável Financial Times lhe dedicou, intitulado precisamente “Beyond the Pale”, não é menos inquietante, pela justificação que parece fornecer para um ataque militar ao Irão (leia-se o último parágrafo). Estará tudo doido? Olhando para o lado, para o atoleiro do Iraque, lembro-me de uma velha canção do Maxime Le Forestier: “Dien-Bien-Phu leur a pas suffi / ils viennent s’installer ici”.

Sobre António Figueira

SEXTA | António Figueira
Este artigo foi publicado em cinco dias and tagged . Bookmark the permalink.

7 Responses to Beyond the Pale

Os comentários estão fechados.