É para já

Hoje colaboram Carlos Trincão, com um texto sobre as afirmações mitológicas de Sócrates a propósito da economia portuguesa, e Edgar Pêra com mais um filme inédito. Trata-se de um grande anónimo que atravessa um dos mais concorridos cruzamentos de Tóquio, o Shibuya. Deixo uma pequena nota sobre o livro Embroideries de Marjane Satrapi. Humor para a discussão sobre o véu. 

Sobre Joana Amaral Dias

QUARTA | Joana Amaral Dias
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

1 Response to É para já

Os comentários estão fechados.