Negócios da China

Em 2005, a EDP apresentou o lucro recorde de 2.481 milhões de euros, em 2006, o de 2.997 milhões de euros e os lucros não param de subir. Prevê-se que no próximo ano, mesmo sem aumento de tarifas, atinjam mais de 2.997 milhões de euros. Onde está o propagado défice tarifário? Onde está a responsabilidade do consumidor na, alegada, situação escabrosa da empresa? Os impostos públicos pagaram a rede eléctrica, nós pagamos todos a eletricidade, as barragens, as linhas de alta tensão e tudo o resto. Belo negócio esta privatização em que os aumentos de tarifas e todos os investimentos são pagos pelo erário público e pelos consumidores e que para os privados só ficam os lucros milionários.

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

19 Responses to Negócios da China

Os comentários estão fechados.