Então, o que vai ser hoje?

Edgar Pêra fez um net-film especialmente para o 5dias. São Gonçalo é o nome do dito. Trata-se, portanto, de uma première em exclusivo e, que se saiba, da primeira vez que em Portugal um cineasta inaugura um trabalho seu na internet. Este filme -rodado em super 8 em Amarante- fará, mais tarde, parte de uma outra criação do autor. Mas, não será demais sublinhar, São Gonçalo foi feito com a intenção deliberada de ser divulgado na net. Deste modo, para o cineasta também é uma primeira incursão nestas andanças.

Conta com uma versão do Hino Nacional assinada por Vítor Rua, um outro colaborador regular– à segunda vez já podemos chamar assim– desta humilde casinha. Concluindo: uma ante-visão de uma ante-estreia. Está bom de ver.

Para além de agradecer aos verdadeiros artistas, um obrigado especial à Periferia Filmes e ao Zé Nuno Pereira, que tem sido incansável e generoso.

Logo a seguir podem ler um texto do Carlos Trincão que volta a atacar, desta feita com uma recensão de uma trilogia que recomenda vivamente. Ó se recomenda, disse-me em voz off. Os volumes intitulam-se Vida e Morte de Inocêncio e são de Nuno Figueiredo.

Eu vou ali e já volto com umas tralhas.

Sobre Joana Amaral Dias

QUARTA | Joana Amaral Dias
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

5 Responses to Então, o que vai ser hoje?

Os comentários estão fechados.