Aquivos por Autor: Nuno Ramos de Almeida

Sobre Nuno Ramos de Almeida

TERÇA | Nuno Ramos de Almeida

O príncipio da esperança

Fotografia da Paulete Matos Não tinha tempo, mas continuava a preocupar-se com a vida. Teve a capacidade de construir cidades no deserto Na minha juventude usávamos uma frase do Gramsci com que se pretendia expressar a nossa forma de ver … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 2 comentários

Crónica de um país totalmente normalizado

Acho que nunca tive tanto medo na vida como quando vi, para lá do muro baixinho do es.col.a e através do gradeamento, os capacetes do corpo de intervenção a aparecer da rua inclinada. Traziam escadas: alguns passaram a vedação e … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 4 comentários

“Tejo que levas o Rio, correndo de par em par “

_Publicado em cinco dias \ Comentários fechados em “Tejo que levas o Rio, correndo de par em par “

Não se pode despejar uma ideia

Há vários edifícios públicos que estão abandonados, como a escola da Fontinha, que esteve a degradar-se durante cinco anos. O presidente da câmara, Rui Rio, veio dizer que a ocupação é ilegal e que há que respeitar a propriedade privada. … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 10 comentários

Uma escola ocupada no coração do Porto

O cartaz é da Gui, a reportagem é minha e saiu no i “Já não voto, porque o voto/não dá voto na matéria/política perdeu a seriedade /e duvido que a recupere”, a métrica é do hip hop, a voz de … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 3 comentários

Criminalizar o descontentamento

Os governos, em vez de ouvirem as vozes dos seus povos, pretendem criminalizar os descontentes. Sabem que a maioria das populações está a sofrer com políticas económicas injustas e que beneficiam apenas os mais ricos. Como não podem garantir o … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 9 comentários

Carta aos jovens sem futuro

Um homem de 77 anos matou–se na Praça Sintagma, diante o parlamento grego. O seu único crime foi trabalhar mais de 33 anos e não ter dinheiro. “Sou reformado. Não posso viver nestas condições. Nego-me a procurar comida no lixo. … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 1 comentário

Por uma política de tumultos

“Há noites em que o futuro é abolido, quando de todos os instantes só subsiste aquele que nós escolhemos para não ser”, é uma citação de Cioran que resume o momento. Garantem-nos que temos de ser pacientes. Vivemos acima das … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 5 comentários

Seminário pensamento crítico contemporâneo

A Unipop e a Associação de Estudantes do ISCTE-IUL organizam um seminário que pretende promover o debate sobre um conjunto de propostas teóricas que, posicionando-se criticamente face ao estado do mundo, têm procurado pensar as circunstâncias presentes e as alternativas … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ Comentários fechados em Seminário pensamento crítico contemporâneo

O beco sem saída

A ditadura europeia, com eixo em Paris e Berlim e coração nos interesses do capital financeiro, faz da democracia uma farsa. Não existe escolha real se, independentemente do voto, teremos de sofrer sempre a mesma política. A democracia, que era … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 3 comentários

O ponto de ruptura

Há uma nova língua no ar: chama-se “ajuda” a um Memorando da troika que condena países à miséria. Chama-se “reforma laboral para criar empregos” a um conjunto de medidas que aumenta o desemprego e transforma toda a gente em trabalhador … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 3 comentários

Os tijolos da subversão

A Escola da Fontinha vai ser despejada, se necessário a tiro, não porque é má para as pessoas, mas porque o seu sucesso podia ser contagiante e provava que as cidades são mais do que condomínios para a especulação.

_Publicado em cinco dias \ 3 comentários

O pin do chinês

Sempre que vejo o primeiro-ministro Passos Coelho e o seu grupo de alegres ministros com um pin da bandeira nacional na lapela lembro-me da série britânica “Yes Prime Minister”. Num conhecido episódio, um assessor de comunicação explicava ao governante Jim … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 14 comentários

Política do pastel de nata

Olhando para os homens-chave do governo de Passos Coelho, Vítor Gaspar, Álvaro Santos Pereira, para não falar dos seus conselheiros mais próximos, vemos o olhar brilhante dos convertidos que nenhuma realidade fará recuar. Se o pastel de nata não resultar, … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 1 comentário

À esquerda da crise

A crise que vivemos é uma crise económica e financeira, mas também é uma crise política. O neoliberalismo tomou, desde os anos 80, conta das nossas sociedades: as forças políticas de esquerda ou se renderam a ele ou não foram … Continuar a ler

_Publicado em cinco dias \ 12 comentários

Longa vida ao camarada pai natal!

_Publicado em cinco dias \ 6 comentários