A IU cresce nas intenções de voto

Daqui

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

7 respostas a A IU cresce nas intenções de voto

  1. Mário Estevam diz:

    Não é grande a alegria quando ao lado também cresce a UPyD que toda a gente sabe que é uma fraude em busca de tachos. E o centrão corrupto tem muitos tentáculos e várias cabeças. Mas o caminho só se faz caminhando.

  2. João Pedro diz:

    Será caso para dizer que o espectro do comunismo volta a pairar sob os céus da Europa como anunciava Marx em 1848 ?
    Vem aí o comunismo, ai que mêdo….

  3. JgMenos diz:

    Era o que faltava era que os negacionistas da austeridade não crescessem!!!
    Se não agora, quando?

    • De diz:

      Negacionistas da austeridade?
      Menos ensandeceu?
      Quem pode negar a austeridade quando ela sufoca,esmaga,cilindra,espalha a fome e a miséria,degrada a relação entre as pessoas?
      Só mesmo quem anda por estas terras e seja cego ,surdo e mudo.
      Ou então cúmplice com o regime que a institui, com o objectivo de concentrar ainda mais o capital e ajustar contas com o mundo do trabalho.
      Negacionistas da austeridade?
      Só mesmo quem a não sofre na pele diariamente pode dizer tais barbaridades.Ou aqueles que pretendem que ela é a vestimenta a vestir sem apelo nem agravo imposta pelos terroristas sociais que nos governam e massacram

  4. Rocha diz:

    Não me canso de repetir a Izquierda Unida (IU) são traidores revisionistas que aplicam a política de austeridade em aliança com o PSOE nos governos regionais da Andaluzia e das Astúrias.

    E o Partido Comunista Espnahol (PCE) é o grande protagonista da vergonhosa hipocrisia de criticar a austeridade em Madrid e levar a cabo essa mesma austeridade nos governos regionais da Andaluzia e das Astúrias.

    Existe um partido comunista digno no Estado Espanhol chama-se Partido Comunista dos Povos de Espanha (PCPE). Além de existirem outras organizações, comunistas e progressistas. A IU e o PCE não merecem a confiança dos trabalhadores.

    Dito isto. É de assinalar e de louvar a rejeição esmagadora do governo de Rajoy, do PP e do PSOE por parte dos dos povos do Estado Espanhol. Que essa rejeição se expresse também pela IU (e pela cripto-franquista UPyD) é menos relevante que a própria onda de revolta em si que transparece desta sondagem.

  5. Camarro diz:

    Estás a falar do mesmo PCE que, recentemente, realizou iniciativas conjuntas com o nosso PCP?

    • Rocha diz:

      Exactamente, esse mesmo. E não é por isso que me vou calar.

      O PCE é cúmplice de cortes de salário a funcionários do Junta de Andaluzia (o governo regional) e de cortes orçamentais no âmbito da saúde e educação. Durante o governo regional andaluz PSOE-IU a repressão dos sindicatos de classe e a repressão de camponeses sem terra que ocupam herdades do governo regional continuaram. A Andaluzia tem um dos sindicatos mais reprimidos do mundo, o Sindicato Andaluz de Trabalhadores, que é alvo de constante perseguição policial e judicial. Nas Astúrias a IU presta-se também a fazer o mesmo votando favoravelmente ao orçamento austeritário do governo regional do PSOE.

      Independentemente de quaisquer iniciativas conjuntas seja com quem for, pela minha parte, estas atitudes não ficam sem denúncia.

Os comentários estão fechados.