Ladrões, aldrabões ou simplesmente incompetentes?

Tabela comparativaAinda a propósito do os 3600 milhões de euros fantasma (aqui e aqui), o Graza, do Arroios, fez um paralelo entre os números do OE português, com o da Irlanda, Grécia, Espanha, Itália e Alemanha, sendo que as conclusões são retumbantes. Qualquer um deles, alguns com muitos mais habitantes do que Portugal, apresenta verbas muito inferiores alocadas às prestações sociais do Estado e ao sub-grupo de doença e invalidez e, como se pode ver, em nenhum outro país esta transferência de verbas dispara de um ano para o outro o que reforça a pertinência da denúncia do Renato Guedes.

Onde foi parar este dinheiro, uma vez que é evidente que ele não foi gasto em despesas relacionadas com prestações sociais? Já se chegou ao ponto em que nem sequer é preciso parecer que não se rouba, aldraba ou engana?

 

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

Uma resposta a Ladrões, aldrabões ou simplesmente incompetentes?

  1. Graza diz:

    Tão importante como saber o querem dizer aqueles números que nos envergonham, porque estão vertidos em aplicações de instituições internacionais importantes, é o facto de serem alguns cidadãos a exercer o escrutinio que outras nacionais não exercem. Porque uma pergunta se pode colocar: Que utilização pode já ter sido dada àqueles números para fazer passar a austeridade que nos impõem?

Os comentários estão fechados.