Para quando uma workshop sobre como gamar o contribuinte?

24 de janeiro
Portugal e o novo “concerto euro-peu”
Luís Amado, consultor, presidente não executivo do conselho de administração do Banif, professor convidado do ISCSP e da Business School da Universidade Nova, curador da Fundação Oriente. Ex-ministro da Defesa Nacional e de Estado e dos Negócios Estrangeiros.

na Culturgest

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

5 respostas a Para quando uma workshop sobre como gamar o contribuinte?

  1. solo diz:

    e,funcionário de langley….

  2. atom diz:

    Era uma vez um Gaspar, que fazia parte da corte, e que vestia um fato feito de um tecido invisível chamado génio, que lhe conferia o dom de acertar nas medidas que tomasse e tinha a característica de só poder ser visto por pessoas inteligentes. Apesar do homem estar nu para as pessoas mais avisadas nem o povo nem a corte queriam fazer o papel de pouco inteligentes e por isso fingiam que o homem ia vestido.
    Porém com o decorrer do tempo verificou-se que todas as medidas que o homem tomava davam resultados diferentes do previsto.
    Assim o número de pessoas que viam o Sr. vestido foi rareando até que restaram apenas três crentes. Um membro da corte que muda tantas vezes de fato e de pele que quando vê um membro da corte nu assume que ele esteja em transito entre duas mudanças de roupa e portanto, para a sua larga visão, tecnicamente vestido. Um ex funcionário com carreira internacional que lhe convém manter o mito do tecido génio, pois julga que também veste o mesmo tecido. E por último o chefe que vê convictamente o homem vestido mas não por tecido totalmente invisível mas sim a brilhar com purpurinas.

  3. A. Cerqueira diz:

    Grandes tachos deste capitalista do PS (socialista?)…

  4. doorstep diz:

    http://www.tvi24.iol.pt/comentarios/1/politica/mario-david-luis-amado-tvi24/1211364-4072.html

    A segunda destas comadres – a david – também ocupa cadeira do conselho de administração do agora nosso banif (15 kilos por ano em senhas de presença!)… E quem a cooptou foi, advinhem…

    Estas hégiras até zangas fingem!

Os comentários estão fechados.