A Verdade sobre o Milagre Alemão

Um artigo extraordinário para se perceber o que se passa na Europa. Discordo claro da conclusão, trata-se de um autor liberal que advoga este modelo que se resume a usar a mão de obra quando há picos de produção e lançá-la sobre os cofres públicos quando há crises. Mas a análise do papel de como a Alemanha tem regulado a força de trabalho, com o acordo dos sindicatos e usando os fundos públicos nos períodos de baixa produção, é impecável. Há liberais clarividentes.

El mito de las reformas en Alemania

 

 

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

4 respostas a A Verdade sobre o Milagre Alemão

  1. Mário Estevam diz:

    As reformas Hartz são o guião da europa e são uma vergonha. Há milhões de alemães em trabalhos precários, há mesmo muita gente que quer trabalhar mais tempo por mais salário ou para compor o salário mas não pode. O trabalho temporário faz sentido justamente para os picos de produção mas não é isso que está a acontecer. O que acontece é que quase todo o trabalho é temporário, os salários são muito mais baixos do que corresponderia a ser. E ao contrário do que diz o artigo o desemprego na Alemanha de Leste é muito elevado.

    • Raquel Varela diz:

      Totalmente de acordo consigo caro Mário. Menos numa coisa, todas as pessoas deviam trabalhar pouco e receber bem, porque o estágio de desenvolvimento técnico o permite.

  2. JgMenos diz:

    Uma luzinha desponta, ou as vantagens de gerir o capitalismo e abandonar os chavões!

  3. Sopro Leve diz:

    No dia em que os trabalhadores interiorizarem, que devem trabalham para viver, e não, viver para trabalhar…
    Isto muda…

Os comentários estão fechados.