$350.000 ou $500.000

Quanto nos terá custado o jantar de Natal do FMI?

Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.

9 Responses to $350.000 ou $500.000

  1. renegade diz:

    Caro Tiago,
    Cuidado com a demagogia. Fazendo as contas ao que diz a notícia estamos a falar de 25 a 70 dólares por pessoa (este último número se aceitarmos 500 000 dólares custo máximo para 7000 pessoas como mínimo, entre administradores e trabalhadores). O FMI é nefasto por muitas outras razões. Ir buscar estas é fraco argumento.

    • Pedro Lourenço diz:

      Reparo que esteve a ler os comentários… Há lá um tipo que diz o mesmo. Mas vamos lá ver o programa das festas. Acha mesmo que a festa com jantar sofisticado, com sete locais de serviço e vários tipos de cozinha e “unlimited booze” custou só 50 a 70 dolares por pessoa? Isso paga você por um pequeno-almoço em washington ou nova iorque.

      • renegade diz:

        Caro Pedro Lourenço,
        Não li os comentários que refere. O FMI tem tqanto direito de oferecer aos seus trabalhadores uma festa de natal como qualquer organização. É uma ferramenta de gestão. Se a ementa impressiona, pois que se diga que deviam ter servido sandes de fiambre e minis. Não se venha é com esta conversa primária de que andam todos a beber à nossa custa porque havia unlimited booze.
        Dito isto, morra o FMI e tudo o que representa no funcionamento do sistema.

        • Rocha diz:

          Ora vamos lá defender os “trabalhadores” do FMI. Há que proteger os “direitos” dos “trabalhadores” do FMI.

          A estupidez não tem limites. A arrogância também não.

  2. Duarte diz:

    A factura vai chegar na próxima avaliação da Tróika.

  3. Rocha diz:

    E logo o Washington Post a dar a notícia! Os capitalistas e imperialistas já não se envergonham com os seus sócios agiotas. Repara que no final do artigo o jantar revela-se até muito em conta, baratucho, com o que rendem os juros da agiotagem do FMI só para a Grécia durante um ano (fora os outros países ao redor do mundo que estão a render).

    É como o Relvas, basta sorrir, dizer “sem comentários” e continuar a roubar! Mas que belo trabalho que esta gente tá a fazer… e toca enforcar Saddams, Kadafis e Assads. A festa continua, circo pra toda a gente!

  4. Dezperado diz:

    E quanto será que nos vai custar mais uma greve nos transportes????

    Será que os sindicatos uniram-se com as empresas privadas???? è que eles agradecem…e muito.

    • Carlos Carpeto diz:

      Os sindicatos não fazem combalachos, defendem os legitimos direitos dos trabalhadores.

      Tanta preocupação com as greves e nada sobre a robalheira do BPN?

      Continhas bem feitas chegava e até sobrava para pagar mais de (100) cem greves gerais.

      • De diz:

        Na mouche caro Carlos.
        Com uma enorme agravante.
        É que quem produz são os trabalhadores.
        Quem fez o saque ao BPN foi a corja dos neoliberais em exercício, com a cumplicidade do poder instituído (neoliberal pois então).E que não produz nada.
        Uma pequena amostra do que é o capitalismo e dos motivos porque é vital o seu enterro definitivo

Os comentários estão fechados.