Orçamento Sem Estado

Se “o Estado somos nós”, como disse Piero Calamandrei, o Orçamento que amanhã vai a votos até pode reunir a maioria da vontade dos deputados mas não tem o apoio da maioria que precisa para que efectivamente entre em vigor. O Orçamento poderá passar mas o governo cairá logo a seguir.

Cartaz via página de fb do MSE, num protesto no qual também participam a CGTP, o Sindicato dos Estivadores do Centro e Sul, a Confederação Nacional de Agricultores, vários movimentos sociais e para o qual o governo já pré-declarou nova suspensão dos direitos, liberdades e garantias dos manifestantes.
Este artigo foi publicado em cinco dias. Bookmark o permalink.